Voltei para a química! - Blog da Preta

Destaques

Adsense (Principal)

Adsense (Início do Post)

11 de mar de 2018

Voltei para a química!

Voltando para o permanente Afro

Voltei para a química

Olá pessoal, resolvi voltar para a química após ficar quase 2 meses com tranças, e sim voltei para o permanente afro, eu mesma fiz em casa. E estou muito feliz. Não me arrependo de ter feito a transição, nem de ter feito o bigchop. Foi uma experiência muito boa, na qual pude conhecer meu cabelo sem a química, tratar dele, entendê-lo.

Eu aproveitei cada dia estando natural, meus cabelos foram crescendo muito rápido, descobri que não era uma 4c e sim, uma mista, que tinha muitas partes em 4B, 4A no topo da cabeça e 4C nas laterais de toda cabeça. Cuidar de um cabelo misto é um pouco complicado, pois o creme reage de um modo diferente em cada parte do cabelo, uma parte ficava com pózinhos que o creme deixava, que era aquela famosa falsa caspa, outra parte ficava definida em caracóis, outras partes bem crespinhas sem forma e outra parte frizadinha e ainda tinha uma mecha totalmente lisa no meio do cabelo, que confesso nunca entendi essa mecha rsrsrs, pois estava sempre esticada, não importasse o que eu usasse.

Passaram-se mais de 1 ano após o bigchop e comecei a repensar em tudo.
Eu sempre deixei claro que nunca fui contra químicas e que entrei na transição não por imposição ou influência de movimentos, mas sim por um desejo interior de conhecer meus cabelos, pois desde criança usava química.

Antes de por tranças, eu passei por uma fase que meus cabelos começaram a pesar molhados, isto é normal, visto que o cabelo sem química possui uma densidade maior. E era até gostosa a sensação. Mas notei que meu cabelo estava começando a embolar, e eu realmente não sei dizer se era o fato de ser misto. Mas embolou tanto um certo dia, que eu fiquei quase 1h para desembolar os fios e desembaraçá-los. Pode ter sido que relaxei nos cuidados uma certa época, e relaxar com os cabelos, acredito que todo mundo passa por isso num certo momento da vida. Seja pela faculdade, trabalho, casa, doença, stress, desânimo, falta de grana, enfim, tem muitos motivos que podem levar qualquer ser humano a relaxar nos cuidados. O que não pode é permanecer no desleixo.

Mas enfim, eu voltei, e estou feliz. Tratei meus cabelos após a retirada das tranças com os produtos que estão aqui nesta postagem. E irei resenhar cada um deles separado para vocês, ainda estou fazendo uso e gostei de todos, lógico que cada um tem sua particularidade e talvez não funcione para todos.

O produto que usei foi o permanente afro da Niely, e que vocês já conhecem, pois até video-postagem já fiz dele no passado, o neutralizante que usei foi Afro Hair. A diferença desse neutralizante para o da Niely, é que o da marca niely é um neutralizante consistente que necessita de um pincel para passar nos bigudis, porém este da empresa Embelleze  é liquido. Portanto é necessário o uso de um borrifador para aplicação.
Antes que vocês me perguntem por que eu usei outra marca de neutralizante, é pelo fato que não achei o da niely em nenhuma farmácia ou drogaria que procurei perto de casa.

Permanente afro

Como já fazia muito tempo sem quimica eu relaxei bem os fios, de modo que o cabelo ficou baixinho após a retirada dos bigudis, não ficou volumoso, e sim, eu gostei desse modo. Se eu quisesse volumoso eu não processaria dessa modo. Mas já fiz pensando em abaixar o volume mesmo.
E ficou assim na foto abaixo:



Cabelo com química do permanente afro

Peço de coração que não fiquem chateadas por eu ter voltado a fazer uso de química de transformação, estou realmente feliz e satisfeita com os resultados e não me arrependo em nada de ter feito a transição para ficar natural. Foi uma experiência muito boa.

Abraços. Sigam o Blog da Preta nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante!

Todos os comentários deste blog são moderados.

Atenção: Críticas construtivas serão aceitas, mas comentários ofensivos serão deletados. O Blog da Preta respeita o leitor, portanto respeite a autora.
O art. 5° da constituição federal diz:
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

Se fez uma pergunta, volte para ler sua resposta!

Adsense (Final do Post)